“Se der medo, vá com medo.”
« previous next »
Eu me chamo antônio. Mentira, é Marcos.
“Quanto mais sei, sei que nada sei.”
“E lá estava eu, deitado em uma rede na varanda de minha casa, estava com meu óculos de leitura, pois estava lendo um livro que aparentemente parecia ser muito bom e com uma xícara de café ao lado para acompanhar a leitura. Podia passar horas ali e não me importava com o tempo, pois esse era meu melhor momento, me sentia bem assim. Geralmente não recebo visitas, minha vida sempre foi meio vazia e isso ás vezes me deixa pensativo, mas logo retorno ao meu recanto que me faz sentir bem. Mas nesse dia ouvi alguém bater em minha porta, e então fui ver quem era. Quando abro a porta me deparo com uma linda moça, com olhos grandes e castanhos, seu sorriso era deslumbrante e me deixou espantando. Gaguejei um pouco e perguntei se podia ajudar, logo ela me encheu de perguntas e eu sem saber responder fui apenas enrolando. Tive a iniciativa de convidá-la para tomar café, e para minha surpresa ela aceitou. Conversamos um pouco e descobri que ela havia se mudado a pouco tempo, e não sabia nada da cidade e perguntou se eu não podia apresentá-la para ela. Mas logo eu que não saio de casa, que me isolo de tudo e de todos, irônico. Depois de algumas horas de conversas ela se despediu, disse que estava tarde e deveria ir, seus cabelos balançavam com o vento, e seu cheiro … ah, era algo diferente, estava me sentindo diferente.”
theme + details + details



Posted Há 1 mês with 2 notas · reblog this


(Fonte: argography)



Posted Há 1 mês with 297.326 notas · reblog this
originally argography via reciprociar




Posted Há 1 mês with 27.358 notas · reblog this
originally nope-hope-deactivated20120703 via assvssin


(Fonte: infinite-liberte)



Posted Há 1 mês with 942 notas · reblog this
originally infinite-liberte via antipoetico


Agosto, 

ansiei:

ahh, gosto do teu gosto,
meio gosto de agosto
més sem és
viés, convés,
fico meio gosto
de agosto,
cansei de ser tolo
agora sou agosto
podre, simples
um tal de agosto.

Vinicius Cinereo

(Fonte: racionador)



Posted Há 1 mês with 209 notas · reblog this
originally racionador via ansiei




Posted Há 1 mês with 23.206 notas · reblog this
originally 5h33am-deactivated20131212 via realismos


(Fonte: CAPTADO)



Posted Há 1 mês with 66.518 notas · reblog this
originally promotionbloq via plenoss




Posted Há 1 mês with 6.184 notas · reblog this
originally alma-leviana via p-r-e-s-u-m-o


(Fonte: chariouss)



Posted Há 2 meses with 6.370 notas · reblog this
originally chariouss via exxxcitada


lickittwice:

Giant Buddha in Leshan, China

lickittwice:

Giant Buddha in Leshan, China



Posted Há 2 meses with 23.803 notas · reblog this
originally lickittwice via assvssin




Posted Há 2 meses with 26.732 notas · reblog this
originally naughty-couples via first-kisss


dotcore:

Song of Storms.by Matt Rockefeller.
via INPRNT.

dotcore:

Song of Storms.
by Matt Rockefeller.

via INPRNT.



Posted Há 2 meses with 28.252 notas · reblog this
originally inprnt via assvssin


(Fonte: solenizar)



Posted Há 2 meses with 2.702 notas · reblog this
originally solenizar via terminar


umq:

Aᴅʀɪғᴛ ɪɪ

umq:

Aᴅʀɪғᴛ ɪɪ



Posted Há 2 meses with 2.721 notas · reblog this
originally joel via y-e-a-h-h-h


Queria não ser tão maduro, tão realista. Gostaria de me permitir mais, planejar menos, esquecer mais. Ter sua vida toda planejada aos 17 anos é meio fora do normal, gostaria de esquecer os concretos, pensar só nos detalhes da vida, basear uma vida em momentos vividos, não planejados.
Julio Venori. (via recontador)

(Fonte: conjulguei)



Posted Há 2 meses with 2.299 notas · reblog this
originally conjulguei via recontador