“Se der medo, vá com medo.”
« previous next »
Eu me chamo antônio. Mentira, é Marcos.
“Quanto mais sei, sei que nada sei.”
“E lá estava eu, deitado em uma rede na varanda de minha casa, estava com meu óculos de leitura, pois estava lendo um livro que aparentemente parecia ser muito bom e com uma xícara de café ao lado para acompanhar a leitura. Podia passar horas ali e não me importava com o tempo, pois esse era meu melhor momento, me sentia bem assim. Geralmente não recebo visitas, minha vida sempre foi meio vazia e isso ás vezes me deixa pensativo, mas logo retorno ao meu recanto que me faz sentir bem. Mas nesse dia ouvi alguém bater em minha porta, e então fui ver quem era. Quando abro a porta me deparo com uma linda moça, com olhos grandes e castanhos, seu sorriso era deslumbrante e me deixou espantando. Gaguejei um pouco e perguntei se podia ajudar, logo ela me encheu de perguntas e eu sem saber responder fui apenas enrolando. Tive a iniciativa de convidá-la para tomar café, e para minha surpresa ela aceitou. Conversamos um pouco e descobri que ela havia se mudado a pouco tempo, e não sabia nada da cidade e perguntou se eu não podia apresentá-la para ela. Mas logo eu que não saio de casa, que me isolo de tudo e de todos, irônico. Depois de algumas horas de conversas ela se despediu, disse que estava tarde e deveria ir, seus cabelos balançavam com o vento, e seu cheiro … ah, era algo diferente, estava me sentindo diferente.”
theme + details + details

Quando eu tinha 5 anos, minha mãe sempre me disse que a felicidade era a chave para a vida. Quando eu fui para a escola, me perguntaram o que eu queria ser quando crescesse. Eu escrevi ‘feliz’. Eles me disseram que eu não entendi a pergunta, e eu lhes disse que eles não entendiam a vida.
John Lennon (via palavrisses)

(Fonte: c-a-n-a-r-i-o)



Posted Há 1 mês with 102.730 notas · reblog this
originally c-a-n-a-r-i-o via palavrisses


(Fonte: behance.net)



Posted Há 1 mês with 3.837 notas · reblog this
originally 1000drawings via asasdecetim


Eu era a sua reticências e você se tornou o meu ponto de interrogação.
O Diário de Sofi.    (via aprendizdepoeta)

(Fonte: Expurgar)



Posted Há 1 mês with 12.335 notas · reblog this
originally expurgar via aprendizdepoeta




Posted Há 1 mês with 6.180 notas · reblog this
originally nadaduraparasempre via aprendizdepoeta


E lá estava eu, deitado em uma rede na varanda de minha casa, estava com meu óculos de leitura, pois estava lendo um livro que aparentemente parecia ser muito bom e com uma xícara de café ao lado para acompanhar a leitura. Podia passar horas ali e não me importava com o tempo, pois esse era meu melhor momento, me sentia bem assim. Geralmente não recebo visitas, minha vida sempre foi meio vazia e isso ás vezes me deixa pensativo, mas logo retorno ao meu recanto que me faz sentir bem. Mas nesse dia ouvi alguém bater em minha porta, e então fui ver quem era. Quando abro a porta me deparo com uma linda moça, com olhos grandes e castanhos, seu sorriso era deslumbrante e me deixou espantando. Gaguejei um pouco e perguntei se podia ajudar, logo ela me encheu de perguntas e eu sem saber responder fui apenas enrolando. Tive a iniciativa de convidá-la para tomar café, e para minha surpresa ela aceitou. Conversamos um pouco e descobri que ela havia se mudado a pouco tempo, e não sabia nada da cidade e perguntou se eu não podia apresentá-la para ela. Mas logo eu que não saio de casa, que me isolo de tudo e de todos, irônico. Depois de algumas horas de conversas ela se despediu, disse que estava tarde e deveria ir, seus cabelos balançavam com o vento, e seu cheiro … ah, era algo diferente, estava me sentindo diferente.
Um Homem Solitário.  (via revejo)


Posted Há 1 mês with 838 notas · reblog this
originally revejo via revejo


Eu me sinto muito confortável quando estou com você. É surpreendente, porque geralmente eu não me sinto confortável perto de… Bom, ninguém.
The Big Bang Theory.  (via sujeitando)

(Fonte: s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)



Posted Há 1 mês with 37.236 notas · reblog this
originally s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r via sujeitando


Mas ficou tudo fora de lugar. Café sem açúcar, dança sem par.
Cazuza (via auroriar)

(Fonte: relicariodemim)



Posted Há 1 mês with 41.913 notas · reblog this
originally relicariodemim via auroriar




Posted Há 1 mês with 31.754 notas · reblog this
originally sexual-passion via naughty-couples


(Fonte: wolkesieben-siebtehoelle)



Posted Há 1 mês with 90.089 notas · reblog this
originally wolkesieben-siebtehoelle via infeccion


(Fonte: bicicletaparadois)



Posted Há 1 mês with 25.374 notas · reblog this
originally bicicletaparadois via exxxcitada




Posted Há 1 mês with 5.662 notas · reblog this
originally drunkrocker via arfou


Aparentemente um homem em silêncio.
Por dentro.
Um incêndio.
Pondé    (via arfou)

(Fonte: renascendo)



Posted Há 1 mês with 237 notas · reblog this
originally renascendo via arfou


lovcless:

breadmaakesyoufat:

this scene is the reason i breathe

^the url 

(Fonte: rosemaryconnelly)



Posted Há 1 mês with 261.253 notas · reblog this
originally rosemaryconnelly via madhellcat


Olha esse sorriso tão indeciso, tá se exibindo pra solidão.
Los Hermanos      (via sujeitando)

(Fonte: decepciona)



Posted Há 1 mês with 2.858 notas · reblog this
originally decepciona via sujeitando


(Fonte: suelyaymone)



Posted Há 1 mês with 21.549 notas · reblog this
originally suelyaymone via velhoarios